Arquivo de março, 2010

Beleza sustentável

Posted in RêPensando on 30/03/2010 by Rê

Como falar de beleza sem falar de felicidade ?

Só é sustentavelmente belo quem é feliz.

Mas não se trata de qualquer felicidade, mas, especificamente, daquela que habita dentro de cada um de nós e que independe das circunstâncias, pois basta-se por si só, é plena e absoluta.

Cultivar a beleza é cultivar esta tal felicidade inerente, inefável, imperecível.

Felicidade, beleza…

E como falar de felicidade sem falar de liberdade?

Só é verdadeiramente feliz quem é livre.

Liberdade de ser, de agir, de pensar.

Liberdade de sentir, de amar, de se transformar.

Liberdade, pura e simples.

E quem é livre é dócil e gentil, pois não se sente coagido nem ameaçado.

Liberdade, felicidade, beleza…

E como falar de liberdade sem falar de conhecimento?

A ignorância gera medo.

E o medo nos aprisiona.

Portanto, para ser livre, é preciso se livrar do medo; é preciso se livrar da ignorância.

Quem conhece não teme, sabe.

Quem sabe tem segurança. E segurança proporciona liberdade.

Conhecimento, liberdade, felicidade, beleza…

Constrói-se assim uma cadeia, uma engrenagem, que, uma vez em curso,  gera uma força e um poder incríveis, aliados à essa beleza sustentável.

Beleza essa que independe de atributos físicos ou de idade e que está diretamente ligada ao que de belo somos capazes de sentir, à beleza do ser e do agir.

Beleza Sustentável, por DeRose

Posted in Pensamentos on 30/03/2010 by Rê

 

Beleza Sustentável

Beleza sustentável é aquela maneira de se expressar na vida, na família e no trabalho, de forma a deixar satisfeita e realizada a própria pessoa acima de tudo e os demais por consequência. Beleza sustentável é aquela que pode e deve ser cultivada independentemente da cosmética e das plásticas, as quais podem atuar como coadjuvantes, mas jamais como solução mágica. Beleza sustentável é aquela que resiste ao longo dos anos, seja qual for a idade da pessoa e sempre arranca exclamações de admiração.

Esse conceito de beleza pode ser aprendido e incorporado na sua maneira de ser, atuar e influenciar o seu universo de atuação (cônjuge, familiares, amigos, colegas de trabalho, de faculdade ou de esporte, inclusive os desconhecidos com os quais cada um de nós cruza diariamente).

Trata-se de uma beleza interior que extrapola os limites internos e extravasa para o corpo, produzindo nele o reflexo exterior. Não se trata de um padrão estereotipado de beleza hollywoodiana e sim da beleza verdadeira, portanto, sustentável, aquela que pode ser mantida por anos ou décadas. Você, certamente, já passou pela experiência de se sentir a pessoa mais linda do mundo, arrebatadoramente bela, só por ter sido alvo de uma conquista, de um elogio proveniente da pessoa certa ou por ter tido o seu valor reconhecido. Ora, nenhuma dessas coisas constitui um fator físico e, no entanto, seus amigos e familiares notaram e comentaram que você estava exuberante. O que é isso, senão a felicidade e a auto-estima que faz desta pessoa um ente especial?

Dentro do conceito de desenvolvimento integral do ser humano que desenvolvi nestes cinquenta anos de profissão que comemoro em 2010, estruturei conceitos e técnicas que aprimoram a mente, o emocional e o corpo também. Com o objetivo de preservar a sua própria sustentabilidade, a importância da beleza interior é fundamental para a química que amalgama a beleza física, a beleza espiritual, a beleza financeira, a beleza emocional e qualquer outra.

A beleza mental é a reprogramação através da qual a pessoa gera arquétipos, ou moldes mentais, para nos ajudar a superar as duras circunstâncias da vida quando elas ocorrerem, como de fato ocorrem frequentemente. Por vezes, é um tom de voz; outras vezes é uma fisionomia; e outras, é uma determinada palavra que pode desencadear um estado de hostilidade por parte do cônjuge, do amigo ou do colega de trabalho. Contudo, se você já construiu o arquétipo ou molde mental sobre como administrar conflitos, você se converte em uma pessoa linda, que todos admirarão.

Hoje, as empresas podem trabalhar o conceito de beleza mental dentro da concepção geral de Beleza Sustentável, para que os seus funcionários tenham mais motivação e desempenho.

Precisamos reconhecer que o surgimento de uma hostilidade em uma relação afetiva pode deteriorar o afeto e comprometer o relacionamento, às vezes, definitivamente. Da mesma forma, um estado de hostilidade entre colegas de trabalho compromete seguramente o bom ambiente profissional e deteriora a produtividade. Pessoas felizes produzem mais e melhor. Pessoas felizes vivem mais e com melhor qualidade de vida, que constitui uma das especialidades do nosso Método.

A mensagem mais importante para quem nunca se preocupou com a beleza mental é: todos os dias novas fornadas de concorrentes estão sendo lançadas no mercado de trabalho, assim como no “mercado”, se assim podemos dizer, da concorrência afetiva. É urgente que cada pessoa se preocupe com a sua atualização e auto-superação constante. Ao longo da minha vida observei que as mulheres que conseguiam tudo o que queriam – fosse no âmbito profissional, fosse no afetivo – não eram as esculturais. Eram as que possuíam beleza interior. Elas cativavam, conquistavam e seduziam pelo olhar, que expressa o que cada um tem de verdadeiro dentro de si.

DeRose
Sistematizador do Método DeRose de Qualidade de Vida e Administração de Conflitos
http://www.MetodoDeRose.org/blog

Pra que a pressa?

Posted in RêPensando on 29/03/2010 by Rê

De nada adianta a pressa, pois mister faz-se viver um dia de cada vez.

Vem chegando a primavera

Posted in Dia-a-dia on 27/03/2010 by Rê

 

 

Sê inteiro

Posted in Pensamentos on 25/03/2010 by Rê

Para ser grande, sê inteiro:

Nada teu exagera ou exclui.

Sê todo em cada coisa.

Põe quanto és

No mínimo que fazes.

Assim em cada lago a lua toda

 Brilha, porque alta vive.

(Fernando Pessoa)

A vida é simples

Posted in Pensamentos on 23/03/2010 by Rê

“A vida é mais simples do que a gente pensa; basta aceitar o impossível, dispensar o indispensável e suportar o intolerável.”

(Kathleen Norris – mais uma contribuição da Cris)

Casinha nova

Posted in Dia-a-dia on 21/03/2010 by Rê

Sejam bem-vindos!